Pelejo. (A constância)

(A minha) Constância…

A natureza encarrega-se de escolher a forma como os dias acordam,

tu e eu ficamos, (somente), encarregues de decidir se continuam brilhantes como o sol ou tristes como a chuva.

Em certos dias erramos na escolha que fazemos, noutros preferimos ficar apenas deitados, bem junto um do outro, e não fazer escolha absolutamente nenhuma.

Contudo a própria natureza encarrega o vento de nos comunicar a decisão que tomou.

Para ela é simples decidir, para nós não. Ela é uma só, nós somos dois.

Não bastasse a diferença humana, ficamos ainda perante um propósito de pensamentos próprios que nos mostram que a diferença é boa, mas só quando as manhãs são frias e realmente a vontade é de ficar lá, deitado, aconchegado, sonhando e conversando, fazendo planos para o futuro, contando as alegrias do passado, os momentos perdidos no tempo mas nunca no pensamento e as loucuras que qualquer um outro se arrependeria, mas nós não.

Era mais fácil se fossemos um só também.

Mas era mais difícil se tivéssemos que olhar um para o outro a cada dia que passa e não existisse uma pequena necessidade de dizer, ODEIO-TE e IRRITAS-ME.  Não, não fixaria a atenção dos nossos pensamentos, não deixaria os corações pensar, ” Porque é que és assim?”.

Existem sempre várias formas de olhar para a vida, eu vejo duas para já, existe a simplista e a complexa. São naturalmente opostas, é um facto, dificilmente se tocam ou se unem, mas se ao prestarmos a devida atenção a ambas, entendemos que elas têm algo que as torna necessariamente cúmplices. É uma descoberta por revelar, não uma descoberta revelada.

Complementaridade.

Gibran Khalil deixa uma visão simplista mas complexa, isto é complementar.

“Toda a natureza se baseia no principio da bipolaridade complementar: nada é igual e nada é contrário, tudo é complementar.
O pólo positivo da eletricidade não é contrário do negativo, mas lhe é complementar. Se um fosse o contrário, os pólos se destruiriam reciprocamente e não teríamos luz, força e calor, que são a complementaridade dos pólos.”

A vida não é linear, mas sabemos bem que o que procuramos nela é aquilo que nos complementa, que nos perfaz.

Sabemos bem que temos de ser capazes, sozinhos ou acompanhados.

Sabemos ainda melhor que temos de ser audazes, mais do que os outros.

Sabemos que devemos ser conscientes do momento em que devemos dizer derrota.

Sabemos que devemos reconhecer que errámos.

Sabemos que devemos acreditar, mais do que alguém, que uma guerra tem várias lutas.

Sabemos que devemos saber tudo o que está acima e muito mais.

Sabemos?

É nos livros que se escrevem as melhores histórias, mas é na realidade que elas se vivem e se constroem.Vive um dia de cada vez, não faças de um dia uma semana, vive esse dia, aproveitando-o, fazendo o que mais gostas, junto de quem mais queres ao teu lado. A semana vêm depois, e ela virá ter contigo naturalmente, sem tu dares conta disso.

Mas…

…se acreditas, se tens confiança em ti, não hesites, não demores mais do que dois segundos a dar um passo em frente, não olhes mais para trás, pensa, pensa bem no que queres do mundo, no que queres retirar do mundo.

Não deixes por fazer aquilo que no futuro gostarias de em tempos passados ter feito. Arrisca e luta…

Coloca as questões sempre antes das respostas, ouve sempre primeiro antes de falares, faz dos momentos perpetuados como perfeitos não só uma recordação boa, mas acima de tudo uma certeza, de que foram realmente perfeitos. Assume o comando, toma a rédea, acredita e confia. Não desistas do que pode ser teu se souberes que és capaz de ser melhor do que todos os outros.

Não falhes novamente, é o teu momento, é a tua oportunidade.

Lembra-te:

“Quase um ano, quase 365 dias, quase 8760 horas e quase 525600 minutos…

…e o que mudou?

…”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s