A carta.

Ajuda sentir, mas ajuda mais ser amado.

Encontrei um papel no lixo com o seguinte texto:

Estou apaixonado, estou enamorado, estou e estarei, porque tu és apaixonante, porque me fizeste apaixonar, porque transformas-te a minha vida, porque tu és simplesmente a história mais imperfeita e bonita que já vivi.

Descobri ao olhar para ti um modelo perfeito, uma relíquia demasiado valiosa,  um anjo doce e um diabrete amargo, mas sempre um em conjunto com o outro.

Apercebi-me tarde demais que tudo era pouco, que lutar era insuficiente e que ter era mínimo. Não sou do teu tamanho mas desejava sê-lo, não sou da tua grandeza mas adorava tê-la, não tenho o teu brilho mas amava guarda-lo só para mim.


Cheguei demasiado tarde, o comboio já tinha partido e sinal de ti era tudo o que já não havia. Não deixas-te uma mensagem, não ligas-te, não nada. Foste embora sem me dizer adeus, sem qualquer motivo, deste a entender só e somente que nunca mais te ia voltar a ver.

Não percebes-te que já não tenho dezoito anos, não percebes-te que os meus pés já não crescem mais, que a minha vida já não se faz de passagens. Não sei que língua te falei mas achava que era a mesma com que tu me contavas a tua vida. Enganei-me.

Mostras-te-me que afinal não tinha passado de mais um romance na tua vida, bonito é certo, mas mais um igual aos outros. Chegamos, vivemos, e vamos embora, como se falássemos de uma ida ao restaurante,

É que nem as memórias levas-te contigo.

A desilusão apoderou-se de mim, não mais vou querer pensar em ti e era aquilo que mais feliz me fazia. Podias ter levado o meu coração, esse sim, evitavas deixa-lo neste estado. Não, não mais quero amar, não mais quero gostar, não mais quero sofrer. Para isto não, não me construam, não me alimentem, não me façam sonhar para depois desaparecerem.

Se um dia leres isto, acredita que só espero que sejas feliz ao lado dele.

Não entendo a lógica do amor, não percebo a lógica de pensar de quem ama, (e de quem já não ama) . Ainda se existisse uma segunda vida, mas não, só temos uma oportunidade.

Faz sorrir, não magoes.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s